13/09/2010

Será que "os opostos se atraem"?


            Segundo Sigmund Freud, "o caráter de um homem é formado pelas pessoas que escolheu para conviver". Numa análise pessoal, entendo que se o homem não teve com quem conviver ou auferir valores na infância, não conheceu as privações necessárias para o desenvolvimento de seu caráter, quando adulto agirá como um selvagem dentro de uma sociedade. Portanto, unir-se-á com pessoas de idêntica índole. Em nome da satisfação de seus desejos, entenderá que tudo é possível desde que haja a necessidade de fazê-lo. Será esta a origem do popularíssimo “diz-me com quem andas e eu te direi quem és”?

Rodrigo Moura © 2010 Todos os Direitos Reservados

Nenhum comentário: